Devil in Me

Devil in Me

Sobre

Formado no Verão de 2004 e não tendo sido inicialmente um projecto pensado no sentido de actuações ao vivo, rapidamente se percebeu que havia um entusiasmo por parte do público que justificava a criação de algo mais. Desta mesma forma, sente-se necessidade de formar uma banda coesa, com uma mistura única e explosiva de um rock agressivo com muita melodia.
A sua primeira actuação ao vivo foi para a abertura de um concerto dos Black Friday 29, a mítica banda alemã!

Com isto constitui-se uma banda mais sólida. Seis meses depois de ter começado como um simples projecto pessoal, a banda estava nos estúdios GeneratorMusic, em Lisboa para gravar o seu primeiro álbum de originais Born To Lose, com a produção do consagrado Miguel Marques (TwentyInchBurial, Easyway, etc.). Na bagagem já tinham um contrato com a sua nova editora, Sons Urbanos Records, assim como um contrato de management e agenciamento com a empresa Xuxa Jurássica.

O seu primeiro trabalho Born To Lose chegou as lojas a 02 Março de 2006, sendo apresentado com uma tour de lançamento de Norte a Sul do país, marcando presença em cidades como Almada, Cascais, Coimbra, Guia, Faro, Porto e Lisboa, nas quais a entrada para os concertos dava automaticamente direito ao novo álbum da banda. Já com toda esta promoção realizada, a banda encontrou-se em 2006 com bastantes datas agendadas, incluindo a participação em alguns dos maiores festivais de verão como: Super Bock Super Rock, Jurassic Summer Fest, Vans Club Tour 2006; e uma tour pela Europa!

2007 é o ano de mais um lançamento da banda, Brothers in Arms foi o nome do álbum que veio fazer as delícias dos fans! Gravado e produzido uma vez mais nos estúdios Generator por Miguel Marques (Easyway, TwentyInchBurial, More Than A Thousand) e masterizado por Alan Douches (Misfits, Madball, Sick Of It All, Bad Brains, Sepultura, Snapcase, H2O, Strike Anywhere) no West West Side Music Studio, em Nova Iorque, o novo registo chegou aos escaparates a 30 Março de 2007. De destacar as participações especiais de Lou Koller e Craig Setari (Sick Of It All), Martijn (No Turning Back), Richie (For The Glory), Tiago Afonso (Easyway) e Ex Peão (Dealema). Também este álbum contou com uma tour de apresentação por Portugal, lançando-se no Santiago Alquimista em Lisboa a 30 de Março e continuando por Algarve, Beja, Porto, Coimbra.

Com este trabalho e o seu video para o single homónimo, a banda consegue estar 8 semanas consecutivas a líderar a lista de preferências do programa Max Música da SIC Radical, alcançar a 17ª posição na lista dos melhores discos de 2007, segundo os leitores da revista Blitz, e por fim, com a entrada em 2008, "Brothers In Arms" alcança em meados de Março a 12.ª posição no Hit List Portugal da MTV, figurando à frente de consagrados nomes como Korn, Evanescense ou Ben Harper (esta entrada marca a estreia de uma banda de hardcore nacional na MTV, sendo por isso um motivo de grande orgulho).

2008 conta ser o ano de amadurecimento dos Devil In Me, com a gravação de um DVD ao vivo, para que todos possam sentir em sua casa a verdadeira descarga eléctrica que a banda transmite nos seus concertos; bem como o lançamento do seu álbum Brothers In Arms pela No Mercy Records no Brasil e Colômbia e pela conceituada editora I Scream Records para o resto do mundo.

Em dois anos a banda consegue juntar ao seu curriculum actuações com bandas como: Napalm Death, Boysetsfire, Mad Caddies, Strung Out, Only Crime, Comeback Kid, Madball, Tara Perdida, Sick of It All, Pennywise, Satanic Surfers, 100 Demons, No Turning Back, entre outras. Assim como o patrocínio das famosas marcas: Carhartt, Eastpak, Old School, Ofensiva,Fallen e Vestal para 2008.

Próximos concertos de Devil in Me

Sem concertos agendados

Publicidade
Comentários
RSS Feed
  • RSS Adicione o RSS de Devil in Me